×

O melhor Estado do Brasil não
pode mais ser o último em Brasília


Com coragem, equilíbrio e determinação, fizemos muito em Santa Catarina nos últimos 7 anos. Saltamos de 7º para 2º lugar entre os Estados mais competitivos do país. Não aumentamos impostos e fechamos 2017 como o Estado que mais gerou emprego no Brasil: quase 30 mil vagas, mesmo tendo apenas 3,5% da população nacional. São números que comprovam nossa eficiência, nossa capacidade de gestão

Sem aumento de Impostos, nos tornamos mais competitivos e somos os atuais recordistas de geração de emprego no Brasil.

Foi um governo das pessoas, das cidades, que teve obras em todos os 295 municípios catarinenses. O maior volume da história: quase 800 escolas novas ou reformadas, quase de 1 mil km de estradas e rodovias: o melhor plano de Defesa Civil do Brasil e a maior contratação de agentes de segurança: 8 mil desde 2011. Hoje, de cada 10 pessoas que trabalham na segurança pública, metade foi contratada durante a nossa gestão.

Fizemos muito, e poderíamos ter feito ainda mais se não fosse a burocracia e a incoerência em Brasília. Convênios que não vem para Santa Catarina, verbas que acabam indo para outros Estados de outras regiões. Não é justo com o Estado que é um dos que mais arrecada e menos recebe.

Não é justo com o nosso Estado, é um dos que mais arrecada e menos recebe.

Com a experiência de quase 8 anos de governo, com o relacionamento construído, queremos voltar a Brasília para fazer justiça com os catarinenses. O melhor Estado do Brasil não pode ser tratado como o último nas prioridades de Brasília.