×

18.09.2018

“Maior obra do governo foi não aumentar impostos", diz Raimundo Colombo


Em reunião na Associação Empresarial de Joinville, na noite de quarta-feira (17), o candidato ao Senado pela coligação “Aqui é trabalho”, Raimundo Colombo, afirmou que uma das obras mais concretas do governo não teve inauguração e nem placa, mas representou um compromisso assumido na ACIJ durante a campanha de 2014 de não aumentar impostos. “Foi uma decisão difícil, conseguimos cumprir, apesar da pressão, e enfrentar a crise econômica”, ressaltou ao lembrar que a maioria dos estados aumentou os impostos.
 
O resultado dessa medida, de acordo com o ex-governador, colocou Santa Catarina como o estado que mais gerou empregos em 2017 com a criação de quase 30 mil vagas, superando São Paulo. Outro destaque foi que a economia catarinense cresceu 4,3% contra 1% do registrado pelo país. Colombo salientou que a segurança jurídica é o crédito de longo prazo do governo, porque mudanças frequentes nas regras provocam perda de autoridade e de credibilidade.
 
O candidato ao Senado disse ter a convicção de que as reformas vão acontecer, independentemente de quem seja o próximo presidente da República. “O presidente eleito terá um prazo de até seis meses para apresentar o conjunto de reformas, com 100% de chances de serem aprovadas. A sociedade está mudando e quer as reformas”, destacou. Raimundo Colombo afirmou que deseja estar ao lado de Esperidião Amin no Senado para aprovar as mudanças. “O novo presidente precisará ter no Senado pessoas com bom senso, experientes e com vivência para ajudar nos momentos difíceis que teremos. As reformas vão modificar o Brasil para sempre”.
 
Colombo enfatizou que conseguiu encaminhar a reforma da Previdência do estado logo após a eleição de 2014. “A gente tinha força, como chega agora o novo presidente da República, e o deputado Gelson Merisio presidia a Assembleia Legislativa”, observou, ao lembrar que foi aprovado o aumento da alíquota dos servidores de 11% para 14% de forma progressiva. Com a mudança, a partir de 2015, os novos funcionários de todos os órgãos do Estado não podem receber aposentadoria maior do que o teto da previdência do INSS de R$ 5,6 mil. Se quiserem aumentar o valor, precisam ter um fundo complementar.
 
Na reunião da ACIJ, o candidato ao governo Gelson Merisio apresentou a Carta de Joinville, com um pacto de compromissos com a cidade. Os cinco pontos principais: incluir Joinville no centro das decisões do governo, com as secretarias do Desenvolvimento Econômico e da Infraestrura; assumir a folha de pagamento do Hospital Municipal São José; ampliar imediatamente o efetivo da Polícia Militar; investir na infraestrutura viária da região; garantir a preservação dos Bombeiros Voluntários e da Escola do Balé Bolshoi.
 
....
O candidato ao Senado Raimundo Colombo faz parte da coligação “Aqui é Trabalho” do PSD, PP, PCdoB, PHS, Solidariedade, Podemos, PSB, PRB, PROS, PPR, PPL, PV, DEM, PSC, PDT. O primeiro suplente é o ex-prefeito e deputado Jandir Bellini (PP) e o segundo, o deputado Narcizo Parisotto (PSC)