×

13.09.2018

Raimundo Colombo quer ser a voz de Santa Catarina no Senado


O candidato ao Senado Raimundo Colombo, da coligação “Aqui é Trabalho”, destacou que a chapa Gelson Merisio para governador, João Paulo Kleinübing para vice-governador e Esperidião Amin também para o Senado é um projeto de união. “É um projeto para caminharmos juntos, com solidariedade, para que a nossa chapa represente acima de tudo força da soma, dos ideais, de fazer mais e melhor”, ressaltou.

Mais de 500 pessoas lotaram o Centro de Eventos Germano Rigo, em Criciúma, no encontro que abriu, na noite desta quarta-feira, a série de reuniões de mobilização que se estenderá até a próxima semana por Lages, Chapecó, São José, Joinville, Videira, Canoinhas e Blumenau.

Raimundo Colombo lembrou que o Brasil vive um momento de profundas transformações e de grandes desafios e, neste momento, a classe política é chamada para fazer o trabalho de ponte, de ligação entre o Brasil de hoje, com os desgastes e desafios, e o Brasil do futuro. “O futuro que nós queremos é que país continue livre e democrático, mas que possa evoluir e vencer as circunstâncias nas quais nos encontramos hoje. E a única forma que temos para manter a liberdade das pessoas é a construção sólida e saudável das nossas instituições”, observou. Colombo salientou que esse processo começa hoje em Santa Catarina. “Hoje em Criciúma demos o primeiro passo nessa última etapa para uma grande vitória”.

O ex-governador lembrou dos indicadores que colocam Santa Catarina como o melhor estado do país. “Somos o sétimo estado que mais paga impostos federais, mas estamos na posição 22 entre os estados que recebem de volta”, criticou, ao   destacar que para resolver essa situação é preciso ter força política, experiência, liderança e boas propostas. “Cabe a mim, ao Esperidião e aos nossos deputados federais a missão de fazer com que Santa Catarina tenha vez e voz em Brasília”.

Raimundo Colombo lembrou ter sido secretário no governo de Amin aos 27 anos. “Era uma loucura chamar alguém tão jovem para o governo e, desde aquela época, a gente convive. Caminhamos muitas vezes juntos e outras, não, mas soubemos caminhar com respeito, sem nunca deixar de demonstrar a admiração que um tem pelo outro. Quis o destino que agora possamos fazer juntos, de mãos dadas, a caminhada para representar bem Santa Catarina no Senado”. E emendou: “Esperidião, conte comigo e a minha lealdade. Todos os votos que eu pedir para a minha chapa de senador estarão acompanhados com um pedido para a tua chapa. Não faço isso porque sei somar, mas sim por admiração e respeito”.

Antes de encaminhar o final de seu discurso, Raimundo Colombo afirmou ter a certeza de que Gelson Merisio e João Paulo Kleinübing têm todas as condições de liderar um governo para promover as mudanças estruturais que serão exigidas. “Nesta caminhada vamos estar juntos, pedindo votos para todos os catarinenses. Merisio e João Paulo contem com o nosso apoio para fazer uma Santa Catarina ainda melhor, mais saudável, forte e, sobretudo, mais justa”, afirmou o candidato ao Senado Raimundo Colombo.

Saiba mais
O candidato ao Senado Raimundo Colombo faz parte da coligação do PSD, PP, PCdoB, PHS, Solidariedade, Podemos, PSB, PRB, PROS, PPR, PPL, PV, DEM, PSC, PDT